Qualificação Mundial 2022 – as contas das qualificações

Maior parte dos campeonatos ao redor do planeta pararam devido à qualificação para o Mundial de 2022, que se realizará no Catar. Esta paragem deve-se à fase final, com o objetivo de preencher as restantes vagas para a competição. A concorrência para esta disputa é apertada, pois há muitas seleções de renome que ambicionam a conquista do seu lugar para estarem presentes na fase final do Mundial do Catar, que se realiza de 21 de novembro a 18 de dezembro.

Europa

Na Europa sobram 3 vagas para ingressar na competição, sendo que para essas 3 vagas existem 12 seleções candidatas à sua conquista. Para as seleções do velho continente existem 13 vagas, sendo que 10 delas já se encontram ocupadas pelas seguintes seleções: Alemanha, Dinamarca, Bélgica, França, Croácia, Espanha, Sérvia, Inglaterra, Suíça e Países Baixos.

Das seleções a disputar a fase de qualificação – na procura de uma vaga – temos no Pote 1: Portugal, Escócia, Itália, Rússia, Suécia e País de Gales (destas 6 seleções passaram a sobrar 5, visto que a Rússia foi desclassificada da competição devido às sanções da UEFA ao antigo país soviético como consequência da invasão à Ucrânia. No Pote 2 estão a seleção da Turquia, da Polónia (que já garantiu o acesso à próxima fase devido à desclassificação dos russos e jogará contra o vencedor do Suécia x República Checa), a Macedónia do Norte, Ucrânia (que tem jogo adiado contra a Escócia devido à guerra), Áustria e República Checa.

Existe um sorteio onde as equipas se defrontaram em grupos de 4, a eliminar, começando por uma meia final em que os vencedores das respetivas meias finais se encontram na final.

América do Sul

Na América do Sul a qualificação dá-se de forma diferente se formos a comparar à europeia, onde existe um grupo apenas com 10 seleções, sendo elas Brasil, Argentina Equador, Uruguai, Peru, Chile, Colômbia, Bolívia, Paraguai e Venezuela. Destas 10 seleções 4 apuram-se diretamente, e a que ficar em 5.º lugar vai disputar um play off intercontinental.

As seleções do Brasil e da Argentina já garantiram, matematicamente, o seu apuramento, passando a restar 2 vagas diretas e 1 com a necessidade de disputar play-off. Faltam ainda disputar 4 das 18 jornadas deste grupo, e tudo é possível de acontecer desde o 3.º lugar até ao 9.º (a Venezuela já não tem hipótese nenhuma de garantir a qualificação).

África

No continente africano, tal como na América do Sul há 5 vagas para o Mundial 2022, onde ainda não existe nenhuma seleção classificada para o evento no Catar. O formato de qualissificação funciona de forma distinta da Europa e da América do Sul. Houve uma eliminatória com as seleções menos cotadas do continente, havendo posteriormente 10 grupos que divididos com 4 seleções cada, de onde sairam os vencedores e classificados para o play off final de acesso ao Mundial do Catar. O play off foi realizado por sorteio, com as equipas a se defrontarem a 2 mãos a disputar entre 24 e 29 de março.

As seleções que vão disputar este play off são: República Democrática do Congo, Marrocos, Camarões, Argélia, Mali, Tunísia, Egipto, Senegal, Gana e Nigéria. Disputar-se-ão na fase seguinte estas equipas um contra a outra, por ordem de escrita.

América do Norte, Central e Caraíbas

Com o formato igual à fase de qualificação da América do Sul, apuram-se diretamente 3 equipas e a que ficar em 4.º lugar vai disputar play off intercontinental. Faltam apenas 3 jornadas por jogar, e Canadá, Estados Unidos e México são os fortes candidatos à conquista dos lugares que darão o acesso direto à competição.

Ásia

Na região da Ásia e Oceânia a disputa é feita entre 12 seleções, divididas em 2 grupos cada. No grupo A temos o Irão, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Líbano e Iraque. No grupo B estão seleções como a Arábia Saudita, Japão, Austrália, Oman, China e Vietnam.

Os 2 primeiros classificados dos grupos apuram-se diretamente para o Mundial, já os 3.ºs jogam a 2 mãos entre si, para posteriormente irem disputar o paly off intercontinental. Irão e Coreia do Sul já têm o seu lugar reservado, visto que se encontram em 1.º e 2.º respetivamente com o 3.º classificado (EAU) a 11 pontos de distância do 2.º com ainda duas partidas por jogar. No grupo B os favoritos são Arábia Saudita, Japão e Austrália, que se encontram separados com significativa diferença pontual das restantes seleções do grupo.